Três pontos importantes sobre o “eu acho”, no seu negócio.

Três pontos importantes sobre o “eu acho”, no seu negócio.
Blog Achei Paracambi

Desde o surgimento da internet as pessoas tem muito mais informações disponíveis do que antes, quando as bibliotecas ainda eram lugares disputados por quem queria aumentar um pouco seu conhecimento. A cada dia que passa, essas informações tem sido cada vez maiores, e hoje, além apenas do conhecimento, é possivel estudar, fazer faculdade, pós graduação, MBA – tudo sem sair de casa, na frente do seu notebook ou desktop.

Essa tecnologia trouxe suas vantanges, isso não podemos negar, mas, junto com algumas vantagens vieram também algumas desvantagens, uma delas é o vício do “eu acho.” Como disse anteriormente, a internet está recheada de informações que estão ao alcance de todos. Basta um acesso a internet, um celular e pronto, você literalmente tem o mundo em suas mãos. Isso fez com que algumas pessoas pensassem que sabem de tudo! O numero de pessoas que se auto medicam aumentou, qualquer pessoa que assiste uma dúzia de vídeos motivacionais já “se acha um Coach”, todo mundo que tem um perfil na rede social já “se acha um social media,” e assim por diante.

Pra quem está começando um negócio ou até mesmo para que aqueles que já estão consolidados, o “eu acho” também pode ser muito perigoso, quer saber o porque?

1- Eu acho que dá certo!

Otimismo é sempre bem vindo ao negócio, aliás acredito que seja até a base, afinal de contas se vamos entrar em um negócio pensando em dar errado é melhor nem entrar. Porém, devemos ficar atentos se esse otimismo vem acompanhado de bom senso e responsabilidade, pois é desse que precisamos!

Achar que seu negócio vai dar certo simplesmente porque você viu o concorrente dar certo ou, porque você tem mais capital do que o concorrente, e com isso vai fazer melhor, é algo que pode levar você e seu negócio cedo pro buraco nos primeiros meses. Não dá pra começar um negócio sem “Planejamento”! Coloque isso de uma vez em sua cabeça. Você até pode conseguir “sobreviver” por algum tempo, mas a falta de planejamento com certeza vai te levar a fechar as portas prematuramente.

2- Eu acho que eu faço!

Dificilmente você vai ver um negócio que funciona 100% apenas com uma pessoa! Eu mesmo já tive problemas com isso, de achar que sozinho eu poderia dar conta de tudo na empresa – estava cometendo um grande erro. Depois de participar de uma palestra do Sebrae, a Startup Day, percebi através de uma palestra que para um negócio ser saudável ele precisava ter um time de colaboradores. Nem que fosse uma dupla, mas era necessário eu dividir as tarefas e ter outra opinião, que não fosse a minha, sobre o negócio.

Ter um time de colaboradores não vai tirar sua liderança do negócio, pelo contrário, ter um time vai te dar a possibilidade de ampliar ainda mais os horizontes do seu negócio, dando a você mais tempo de pensar em novos passos e estratégias, além de possibilitar enxergar o negócio de vários ângulos.

3 – Eu acho que é assim

Antes de começar a falar sobre o terceiro e último ponto, deixa eu te perguntar uma coisa: Quando você começou seu negócio, começou pra você ou para seus clientes?

Se sua resposta foi a primeira opção, queria te dizer algo que talvez possa parecer desanimador – seu negócio está caminhando para o fim! Agora, se a sua resposta foi a segunda opção, mas você ainda está cheio de vícios do “eu acho”, eu tenho uma boa notícia, a possibilidade de crescimento do seu negócio está em suas mãos! Isso mesmo, com você! A única pessoa capaz de mudar esse quadro é você.

Experimente planejar as ações do seu negócio, seja ela qual for. Experimente ouvir seu time de colaboradores, isso vai ajudar a elevar a auto estima deles e você com certeza vai ganhar com isso. Experimente ouvir os clientes, são para eles que seus produtos são feitos. Experimente delegar funções, isso vai te ajudar a ter mais tempo e ficar menos sobrecarregado. Faça isso e depois me diga qual foi o resultado que você obteve!

Sucesso!